Uma coleção com o olhar da National Geographic

A Lacoste orgulha-se em colaborar com a National Geographic numa coleção cápsula que combina as silhuetas intemporais e emblemáticas da Lacoste com os majestosos padrões e formas do reino animal. É uma celebração da Terra e de todas as suas maravilhas.

A inspiração central desta singular coleção de roupas masculinas, femininas e infantis surge a partir do ambicioso projeto National Geographic Photo Ark. Dirigido pelo premiado fotógrafo da National Geographic Joel Sartore, o Photo Ark é um esforço de longo prazo na documentação de todas as espécies que vivem em zoológicos, aquários e santuários de vida selvagem pelo mundo. O projeto, e por sua vez esta nova colaboração, celebram a diversidade e o esplendor do reino animal.

Para criar a coleção, a Lacoste examinou meticulosamente o arquivo fotográfico de Sartore, composto por mais de 10.500 espécies, e decidiu destacar quatro importantes animais, escolhidos pela sua beleza e importância da sua história; a zebra-de-grévy (Equus grevyi), a rã venenosa azul (Dendrobates auratus), a libélula gigante de Halloween (Celithemis eponina) e o jaguar (Panthera onca). E assim estas espécies encontraram uma outra criatura icónica; o crocodilo Lacoste que ganha as riscas da zebra ou salpicos negros da rã.

Naturalmente, todos os materiais da coleção, desde o poliéster reciclado das malas ao algodão orgânico dos polos e às solas de borracha natural do calçado, são ecologicamente responsáveis: todos foram certificados como sustentáveis e reciclados.

Esta é uma coleção para quem tem um olhar atento. Observando com atenção, descobrem-se os detalhes amarelos que celebram o famoso design da revista National Geographic. Nos decotes de polos e sweaters, destaca-se uma risca amarela que lembra a moldura da revista. Também nos blusões os elásticos ajustáveis surgem no amarelo de assinatura.

A coleção Lacoste x National Geographic evoca a beleza da selva, florestas, pastagens e águas, para nos lembrar a importância do reino animal e foca-se no esplendor, criatividade e magia intrínseca do nosso planeta.