Celebrar e melhorar o passado de um clássico

Celebrar e melhorar o passado de um clássico. Embora não sendo uma novidade da Panerai, na apresentação que referimos no artigo anterior, vimos uma peça que captou imediatamente a nossa atenção. Um clássico revisitado. De linhas e cores vintage, mexendo com a memória da infância. Por isso, decidimos referir num único artigo. É, de facto, um reconhecimento do seu próprio passado. Uma afirmação enfática da identidade. Um regresso às suas origens.

A Panerai assina duas novas e sofisticadas interpretações do Radiomir. Estas baseiam-se no primeiro modelo, com as suas raízes histórias acompanhadas de uma presença e personalidade dominantes. O seu projeto foi desenvolvido em 1936 a pedido específico do Comando do Grupo de Submarinos da Marinha Real Italiana para comandos da Frota de Veículos de Assalto, tornando-o num dos primeiros relógios especializados para mergulhadores da história.

Hoje, volta à luta com o Radiomir California – 47 mm (PAM00931) e o Radiomir 8 Days – 45 mm (PAM00992). Atualmente, a Panerai está a tomar partido do seu passado para prestar homenagem a uma dimensão emocionante, totalmente documentada de um ponto de vista histórico. Esta é a função do Radiomir California – 47 mm (PAM00931), um design que recupera a carga emocional do primeiro modelo da Panerai utilizado durante a Segunda Guerra Mundial.

Altamente distintivo, tem um mostrador em ouro matizado com tons sombreados castanhos, mas com um design visual original que consiste num contador de minutos e uma combinação de índices horários, números romanos e arábicos. Além disso, não há referência ao marcador no mostrador, uma condição fundamental para um instrumento que naquela altura estava protegido pelo segredo militar.

O novo modelo é coerente historicamente, como o relógio original que inclui vidro de Plexiglas®. Além dos ponteiros em aço, azulado com chama a uma temperatura controlada entre 290°C e 300°C, a sua caixa é feita em aço inoxidável AISI 316L, pela primeira vez com um acabamento aplicado sobre ela que emula os efeitos do desgaste do tempo.

Estes detalhes também se utilizam para contribuir com a decidida identidade vintage do Radiomir 8 Days – 45 mm (PAM00992), disponível exclusivamente nas boutiques Panerai. O mostrador de estrutura tipo sanduíche traz os dizeres «8 giorni brevettato».

Claramente concebido para evocar as atividades mais heroicas da marca, os dois novos Radiomir incluem os movimentos mecânicos de última geração próprios da casa, de corda manual e desenvolvidos integralmente na Manufatura da Panerai, em Neuchâtel. Estes são calibres fiáveis, robustos, com configurações estéticas destacadas.

Em primeiro lugar, há o P.3000, elegido para se adaptar às dimensões do Radiomir California – 47 mm (PAM00931); com um tamanho de 16½ linhas, tem uma reserva de marcha de três dias fornecida por dois barriletes com mola em série, e mostra as horas e os minutos. O P.5000 tem um tamanho de 15½ linhas com indicação adicional de segundos pequenos e dois barriletes com mola. Utiliza-se no Radiomir 8 Days – 45 mm (PAM00992), com uma reserva de marcha de oito dias.

Hermético até 10 bares (uma profundidade de cerca de 100 metros), os novos relógios Radiomir mostram uma estética melhorada graças a uma correia em pele de bezerro de cor castanha escura com costuras beijes. É fabricado com «couro toscano» de estilo vintage (pele de bezerro curtida em Itália), com uma fivela trapezoidal e um fecho forjado do mesmo aço que a caixa.