Bienal’21 Fotografia do Porto lança bolsa de criação

A Bienal’21 Fotografia do Porto, organizada e produzida pela Plataforma Ci.CLO, lança, em parceria com a PHotoESPAÑA e com o apoio do BPI e da Fundação “La Caixa”, o programa ibérico de criação e exposição «Cidades na Cidade», através do qual pretende desenvolver projetos fotográficos sobre iniciativas comunitárias urbanas no campo da justiça social e ecológica. 

Antecipando a próxima edição da Bienal, a convocatória lança uma reflexão sobre a aceleração do crescimento e da concentração populacional nos centros urbanos e as suas consequências a nível de injustiças sociais e ecológicas e pretende desvendar projetos de resposta a esses desafios e que estejam a despoletar mudanças culturais. 

O programa, cujas candidaturas são gratuitas, irá selecionar dois vencedores: um artista ou coletivo português ou estrangeiro residente em Portugal e outro em Espanha.

Cada artista ou coletivo selecionado receberá uma Bolsa de Criação com o apoio do BPI e da Fundação “la Caixa”, que incluirá uma oferta monetária de dois mil e duzentos euros para o desenvolvimento do projeto artístico, paga em duas fases, workshop e orientações técnicas, apoio logístico na produção e instalação dos materiais necessários, exposição na Bienal e alojamento.

Este projeto colaborativo, que envolverá interconexões com dois curadores e outros especialistas convidados, resultará numa exposição na Estação de Metro de São Bento, no Porto, entre 14 de maio a 27 de junho de 2021.

O júri é composto por 3 elementos: Gabriela Vaz-Pinheiro, Artista, Investigadora e Professora Universitária; Maria Villela, Responsável de Exposições da PHotoESPAÑA; e Virgílio Ferreira, Diretor Artístico da Ci.CLO e da Bienal Fotografia do Porto. Já o acompanhamento curatorial será realizado pelos últimos dois.

A candidatura, disponível aqui, encontra-se aberta até 30 de novembro, sendo que os resultados serão divulgados a 14 de dezembro.

Sobre a Bienal Fotografia do Porto:

A Bienal Fotografia do Porto é organizada e produzida pela Plataforma Ci.CLO em coprodução com a Câmara Municipal do Porto, e financiada pela Direção-Geral das Artes. Conta ainda com o apoio mecenático do BPI e da Fundação “la Caixa” e uma rede de vários parceiros estratégicos a nível nacional e internacional.

Tem como objetivo ser uma plataforma de criação que incentiva processos colaborativos entre artistas, curadores, investigadores e diferentes comunidades, procurando contribuir para a expansão do debate socioecológico no domínio da cultura visual.

A Bienal desenvolve a sua programação em Ci.CLO, celebrando a prática artística e renovando-se a cada dois anos. A segunda edição irá decorrer entre 14 de maio a 27 de junho de 2021.