Parceria entre a história e a criatividade num sneaker

Parceria entre a história e a criatividade num sneaker. Duas marcas portuguesas que se juntam para criar algo diferente. Nesta parceria Alexandra Moura trabalha a desconstrução dos clássicos numa viagem pelo arquivo do histórico calçado português.  O delicado romântico torna-se mais underground. A colaboração SANJO x ALEXANDRA MOURA combina património Português com a cultura sneaker. 

Detalhes como ausência de costuras, recortes, sobreposição de espuma, subversão de elementos como a língua virada ao contrário, a introdução de componentes inusitados e a colocação de etiquetas no exterior fazem a diferenciação única desta parceria num diálogo entre a cultura urbana e a as antigas tradições. 

As duas versões monocromáticas do sneakers – branco e preto – com a aplicação de um padrão clássico conceptual “ALEXANDRA MOURA” cobre o upper e sola da icónica silhueta Sanjo K100. 

A apresentação dos modelos aconteceu na MILAN FASHION WEEK e terão a sua apresentação nacional no Portugal Fashion, através de uma vídeo-instalação que é de livre acesso, ao longo dos 3 dias do evento. Os modelos estarão disponíveis em pontos de venda selecionados a partir do próximo dia 20 de Novembro, com pré-venda de 15 a 25 de Outubro em www.alexandramoura.com. 

Em 1933 inicia-se em São João da Madeira, na Companhia Industrial de Chapelaria, a construção da primeira marca de sapatilhas portuguesa. Em honra à cidade que lhe deu berço, recebe o nome de Sanjo, ficando estabelecida em 1936. Começa aí a nossa história, no centro da indústria portuguesa. Fabricados totalmente em Portugal, no final dos anos 40 e 50 já eram um fenómeno e eram encontrados nos pés de todos os portugueses.