Mudanças na confecção das calças de ganga

Umas calças de ganga são provavelmente a peça de roupa mais comum que podemos encontrar em qualquer guarda-roupa em todo o mundo. De forma a transformar a forma como as calças de ganga são feitas atualmente, a iniciativa Make Fashion Circular da Ellen MacArthur Foundation definiu o ano passado como o design e a produção de denim pode ser inserido nos princípios da economia circular, através da durabilidade, possibilidade de ser reciclado e utilização responsável de recursos. Como resultado da participação neste projeto visionário, a H&M lança Jeans Redesign, uma coleção de denim para homem inspirada na simplicidade. 

A coleção Jeans Redesign da H&M estará disponível a partir de 15 de outubro em lojas H&M selecionadas, bem como online, em hm.com. Em Portugal, a coleção estará disponível nas lojas do Chiado e Centro Comercial Colombo. 

A coleção inclui três modelos de calças de ganga, dois casacos, uma camisa, uma tote bag e um bucket hat – tudo em ganga numa paleta de cores de cinza claro, preto, azul médio e azul índigo. A coleção repensa o design e produção de peças em ganga, fomentando o objetivo da H&M de se tornar totalmente circular em todos os processos. 

Como Parceiro Estratégico da Ellen MacArthur Foundation, a H&M está a trabalhar com outras empresas, governos e cidades, instituições académicas, inovadores emergentes e pequenas e médias iniciativas, entre outros, para acelerar a transição para uma económica circular. O projeto Jeans Redesign em particular tem como foco celebrar o conhecimento e experiência em ganga da H&M e criar peças que são duráveis, intemporais e fáceis de arranjar se necessário, ao mesmo tempo que envelhecem com uma bonita patina. A H&M seguiu e, em alguns casos, excedeu as guidelines da Ellen MacArthur Foundation no que diz respeito à durabilidade das peças, saúde dos materiais, possibilidade de reciclar e rastrear. 

A ganga utilizada na coleção é feita de uma mistura de: 

  • algodão orgânico 
  • até 35% de algodão reciclado (de desperdício pós-consumidor) 
  • tinturaria que reduz consideravelmente o desperdício de água e consumo de energia em comparação com alternativas convencionais. 

Indo além dos requisitos específicos para a coleção Jeans Redesign, a H&M usou igualmente o método Screened Chemistry para a seleção de químicos seguros. Foram apenas usados acabamentos de baixo impacto (green score no EIM, Environmental Impact Measurement da Jeanologia). Não foi utilizada a galvanização convencional para os metais, reduzindo assim o impacto ambiental. Para permitir a circularidade dos produtos, a H&M usou Tencel para que as peças possam ser facilmente recicladas no final da sua vida. 

“Sustentabilidade e circularidade devem ser vistas como os parâmetros em que os designers se movem. Podemos dizer que são um novo conjunto de fronteiras e limitações. Ser designer passa igualmente por encontrar novas oportunidades e ter em conta os aspetos técnicos da produção de umas calças de ganga. Com esta coleção esperamos dar outro grande passo no sentido de produzirmos mais produtos sustentáveis,” afirma Jon Loman, designer da H&M.