Calçado e acessórios masculinos portugueses

Calçado e acessórios masculinos portugueses em destaque. Se existe um motivo de perdição da nossa parte é a paixão pelos sapatos e acessórios masculinos. Briefcases, backpack, mochilas, carteiras e malas. Cintos e porta-cartões. Pulseiras e outras peças de marroquinaria. Por isso, este desfile do Portugal Fashion foi um deleite para os olhos.

O calçado e os acessórios de marroquinaria nacionais estiveram em destaque, no âmbito da 47ª edição do Portugal Fashion, que decorreu no fim de semana passado, em vários locais da Alfândega do Porto. Belcinto, Esc e Sanjo marcaram a estreia no formato desfile coletivo, juntando-se às propostas da Fly London, MLV Portuguese Shoes e Rufel, compondo o retrato da constante evolução de uma indústria que sabe projetar no futuro os seus valores e tradições, integrando novas realidades de consumo.

Créditos de imagem: Portugal Fashion e Ugo Camera

De modo especial, a coleção da Belcinto foi uma supresa. A história da marca começa em 1961 em S. João da Madeira, a cidade do norte de Portugal que se caracteriza internacionalmente pela sua arte em criar marroquinaria há gerações.
Começou com a manufatura de cintos de couro feitos à mão em couro de vaca e bezerro. A partir daí aventuraram-se, devido à experiência dos cintos, em linhas de produtos para bolsas escolares infantis, bolsas de viagem masculinas, carteiras, chapéus e até bolsas e acessórios femininos.
Continuam hoje, a tarefa da conciliação de um legado único de manufatura com qualidade a incomparável que leva à exportação.