Bairro Alto Hotel renovado e um Brunch excelente

Bairro Alto Hotel foi, em 2005, uma lufada de ar fresco numa cidade que ainda dava os primeiros passos para a mudança de paradigma de Turismo e da arte de receber, caracteristica portuguesa. Desde o início já estava desejada a ampliação. O antigo bar, onde hoje encontramos a pastelaria com entrada pela rua do alecrim, foi lugar de muitos bons momentos e de um aniversário do The Gentleman. Em Agosto de 2019, reabre com o dobro do tamanho, mais suites e cinco espaços de restauração liderados pelo Chefe Nuno Mendes.

Devido ao contexto de pandemia, o hotel fechou a 19 de março, mas a sua reabertura (alojamento) está prevista para muito em breve.

Foi um prazer voltar ao Hotel, sentir e ver a mesma vista da qual tinhamos tantas saudades. Observar o tejo no terraço do Bairro Alto Hotel era e é algo especial. Embora, o antigo terraço seja o Rooftop que até agora era exclusivo a hóspedes.

Não nos vamos perder em memórias, pois, o intuito é falar sobre o Brunch servido no restaurante BAHR, situado no 5º piso do renovado Bairro Alto Hotel com cozinha do chef criativo Nuno Mendes e do chef executivo Bruno Rocha.

Primeiro, temos de referir que o serviço, da porta de entrada do hotel até à mesa, foi excelente e impecável. Com uma atenção e delicadeza perfeita nestes tempos de precauções, gel, máscaras, etc.

O BRUNCH, no fim-de-semana, é servido das 12h00 às 16h00, tanto no restaurante – com capacidade máxima atual para 34 lugares –  e nos dois terraços, do quinto e do sexto piso.

A nossa experiência do Brunch à carta foi um percurso de verdadeiro prazer gastronómico. Começou com Limonada, uma especialidade antiga da casa, e granola caseira, yogurte, com frutos vermelhos. Seguida de Croissant de cereais e um pão quatro cereais Massa mãe acompanhados por manteiga e compotas.

Depois vieram duas pequenas maravilhas, Ovos “Benedict” e ovos estrelados com cupita alentejana, cebola caramelizada e batata. Os primeiros são, quase, uma tradição em qualquer brunch que façamos. Os segundos chamaram-nos à atenção pela cupita, um enchido de origem alentejana produzida do cachaço do porco.

Antes do prato principal ainda houve espaço para uns peixinhos da horta com maionese de limão. Sempre uma boa escolha, e estes muito deliciosos. O prato principal, um verdadeiro deleite, foi Arroz de Carabineiros. Feito com arroz carolino português de uma pequena produção de Monsaraz, era a perfeita versão portuguesa de um risotto. Melhor, era o risotto português que as nossas mães nos habituaram. Diferente do arroz malandrinho mas com muito sabor.

As sobremesas não ficam atrás destes pratos enunciados. Um pudim de ovos extraordinário e uma Mousse de chocolate negro, gelado de manteiga de amendoim e toffee de aguardente. Não podia existir melhor final para um Brunch à carta.

Existem outras escolhas como o Pain au Chocolat e uma seleção de Pão de Fermentação lenta. Nos Ovos há para todos os gostos: Mexidos com Cogumelos Japoneses e Queijo da Ilha  e Florentinos. Não faltam panquecas fofas e opção sem glúten a pedido. Quem quiser elevar o Brunch, pode ainda pedir pratos principais como um Tártaro de Vaca Maturada com Couve Roxa e Gema de Ovo.

Brunch Bairro Alto Hotel €€€

Praça Luís de Camões 2, 1200-243 Lisboa

Reservas:

+351 213 408 253