Breves notícias de Domingo – 6 de Setembro

Breves notícias de Domingo – 6 de Setembro

Este domingo dedicamos a breves sobre a produção nacional de vinho, com três produtores diferentes com escalas diferentes mas com igual esforço. Cada vez mais é necessário um reforço na aposta na produção nacional, que compete, ou melhor que muitos vinhos internacionais e de reputação já antiga. #euapoioaproduçãonacional

Os 2160 – Branco e Tinto – representam a alma e a essência Boutique que caracteriza a Martin Boutique Wines com atenção ao detalhe, ao processo de vinificação, às garrafas, passando ainda pelas rolhas e pela intervenção artística dos rótulos.

A primeira aventura no Douro traduz-se em vinhos democráticos, uma experiência fora e dentro da garrafa, agradável aos olhos e ao paladar, a um preço acessível. Cada garrafa – uma obra de arte – com preço final de 6,95€ (PVP)*. A partir de hoje, disponíveis na loja online da Martin Boutique Wines, garrafeiras selecionadas e restaurantes a nível nacional.

As uvas de qualidade selecionadas em vinhas de altitude do Baixo Corgo, Cima Corgo e Douro Superior, percorrem “rio acima, rio abaixo”, como cantaria Rui Veloso. O ponto de partida, onde tudo nasce, fica a 2160 metros de altitude na Serra Urbión, em Espanha. O Douro inteiro, desde a sua nascente, fica agora disponível dentro de um copo.

A garrafa Borgonha confere uma beleza na experiência à mesa e como em “equipa que ganha, não se mexe”, as rolhas são, naturalmente Cardoso Natura, uma aposta de qualidade nos vinhos produzidos pela Martin Boutique Wines.

A Quinta de Chocapalha, situada em Alenquer, acaba de lançar a nova colheita do seu branco Quinta de Chocapalha Chardonnay 2019. Este vinho de quinta, 100% monocasta, expressa o estilo clássico do seu terroir. Esta casta de origem francesa encontrou na Quinta de Chocapalha, um microclima único, proporcionado pela presença da serra de Montejunto, pela disposição das vinhas na colina virada a nordeste e pela influência da proximidade do mar. A conjugação destes fatores e dos solos argilo-calcários resulta num vinho mineral, muito fresco e elegante, de apetência gastronómica apresentando um bom potencial de guarda.

 O Quinta de Chocapalha Chardonnay 2019, apresenta-se com uma cor intensa e brilhante. É um vinho muito aromático, fresco e com grande mineralidade, refletindo o clima do Atlântico. O seu caracter fresco e a sua apetência gastronómica, são a combinação perfeita para acompanhar os pratos leves de primavera.

Este monocasta provém de uma vinha com uma idade média de 28 anos plantada pela família Tavares da Silva que, após a aquisição da propriedade, investiu na replantação total dos 45 hectares de vinha, na restruturação da adega e introduziu novas técnicas de cultivo com o intuito de dar continuidade às antigas tradições desta quinta vinhateira.

 

O casal de enólogos Sandra Tavares e Jorge Serôdio Borges, acaba de apresentar as mais recentes colheitas dos seus vinhos Guru e Manoella, produzidos em pleno Douro. O Guru Douro Branco 2019 e o Manoella Douro Tinto 2018, expressam o caráter das vinhas velhas implantadas nos ingremes socalcos do Douro.

O Guru Douro Branco 2019, é proveniente de vinhas velhas com média de idade de 58 anos com exposição norte a cerca de 600 metros de altitude com Viosinho, Rabigato, Códega do Larinho e Gouveio. Este branco apresenta-se como um vinho extremamente elegante com aromas de lima, marmelo e notas minerais, seriamente sofisticado.

Já o Manoella Douro Tinto 2018, proveniente de uma vinha velha com 38 anos de idade, situada na Quinta da Manoella, é composto pelas castas Touriga Nacional (60%), Touriga Franca (25%), Tinta Roriz (10%) e Tinta Francisca (5%). Apresenta uma bonita cor púrpura, notas frescas de amora, framboesa e especiarias. Na boca persistem taninos redondos e aveludados, bem como uma excelente concentração e frescura. A colheita 2018 do tinto Manoella revela uma qualidade excecional, mantendo a consistência de um perfil equilibrado entre a concentração, complexidade e elegância a que se juntam as ímpares características da colheita.

O conhecimento e íntima ligação a cada parcela, a paixão e entrega total de Sandra e Jorge têm permitido atingir patamares de qualidade únicos e de reconhecimento internacional.  Todos os vinhos produzidos pela Wine & Soul têm uma intervenção mínima durante a vinificação, sendo o seu terroir único que determina a expressão de cada vinho.