Pelo respeito nas competições desportivas

Pelo respeito nas competições desportivas. A sede do Comité Olímpico de Portugal foi hoje palco da apresentação da mais recente campanha no âmbito do seu Programa de Integridade. “Pelo Respeito” é o mote que une caras olímpicas como João Sousa, Telma Monteiro, Patrícia Mamona, Fernando Pimenta e David Rosa no combate à manipulação de competições desportivas.

“Perante a mais atual e preocupante ameaça à integridade do desporto, que é a manipulação de competições desportivas, o COP delineou uma estratégia global de implementação de um programa nacional de prevenção, educação e formação das organizações desportivas. Por um lado, propõe muni-las de mecanismos de ação e cooperação que visem fortalecer e salvaguardar a sua credibilidade e a das suas competições e, por outro, ultrapassar as manifestas vulnerabilidades na resposta eficaz a estes fenómenos”, explica José Manuel Constantino, Presidente do Comité Olímpico de Portugal.

Com esta iniciativa, o COP pretende atuar junto dos Comités Olímpicos Nacionais, Federações Europeias e Federações Desportivas Nacionais na formação e capacitação de Pontos Únicos de Contacto para a matéria de integridade, em linha com as principais orientações internacionais e o ordenamento jurídico nacional.

A manipulação de competições desportivas é uma ameaça global à integridade do desporto, nomeadamente para a sua credibilidade e salvaguarda dos seus valores sociais, educativos e culturais em relação à qual o Movimento Olímpico e Desportivo tem vindo a implementar uma política de Tolerância Zero.

“A Manipulação de Competições Desportivas é um acordo, ato ou omissão intencional, que vise uma alteração irregular do resultado ou do desenrolar de uma competição desportiva, a fim de eliminar, no todo ou em parte, a natureza imprevisível da referida competição desportiva, com vista à obtenção de vantagens indevidas para si ou para outrem”

A manipulação de competições desportivas é punível pelos regulamentos desportivos e pela legislação em vigor em Portugal. Para saber mais clique aqui.