6 passos para ir trabalhar fora de Portugal

6 passos para ir trabalhar fora de Portugal. A nossa realidade tornou-se cada vez mais global tal como o mercado de trabalho. Existem valores que não reconhecidos aqui mas podem ser uma mais valia noutro mercado de trabalho.

Trabalhar no estrangeiro, ou trabalhar numa multinacional numa função global que exige deslocações constantes, são parte da nossa realidade. Não há dúvidas, viajar aumenta a cultura. A experiência no exterior abrirá novas oportunidades, metodologias de trabalho e ofertas de emprego. A pensar no tema, a Adecco desenvolveu um guia de seis passos para conseguir um trabalho à sua medida, no exterior.

1. Procure na sua empresa (ou na de amigos e conhecidos) as vagas internacionais disponíveis
Se trabalha numa multinacional ou numa empresa que presta serviços no exterior, diretamente ou através de parceiros, procure saber se existiria possibilidade de um intercâmbio, mantendo o seu vínculo ou mesmo, abraçando novos desafios dentro do ambiente que conhece. Se não for o caso, na sua pesquisa siga as empresas multinacionais e as suas ofertas de emprego no exterior. Muitas vezes, as grandes empresas facilitam a movimentação dos candidatos pelo mundo, abraçando a ideia da mobilidade interna.

2. Pesquise na internet
Além das vagas de emprego de grandes empresas, na internet poderá encontrar muitos portais de emprego e muitos recursos para conhecer o mercado de trabalho do seu destino ideal de trabalho e encontrar um emprego no exterior. Consulte as páginas especializadas que publicam ofertas da sua área de trabalho e também consulte sites oficiais do país, sabendo que poderá encontrar informações para estrangeiros que procuram trabalho.

3. Peça recomendações a amigos ou pessoas influentes que já trabalhem no país que pretende
Cada vez mais, é comum o trabalho no exterior pelo que, seguramente, na sua rede de contactos haverá pessoas, amigos ou conhecidos, que poderão ajudá-lo no país de destino a saber de oportunidades que se enquadrem no que procura. Procure, pesquise, fale.

4. Avalie a sua capacidade linguística
Se quer um emprego no exterior, deve avaliar as suas competências em diferentes idiomas e obter os certificados que comprovam o seu nível em cada um deles. Independentemente do seu destino, deve tentar ter um alto nível ou pelo menos médio em inglês. Por outro lado, não perca a oportunidade de aprender outros idiomas e, se tiver a certeza de um destino, reserve um tempo para dominar a língua e aprender a cultura.

5. Prepare a sua documentação
Além de um currículo em inglês, se deseja trabalhar em outro país, tente manter o seu passaporte e documento de identidade atualizados, assim como qualquer outra documentação que possa precisar, e o visto atualizado do país recetor, se o mesmo assim exigir. É essencial não deixar esses procedimentos para o último momento, porque são processos por vezes longos.

6. Prepare a sua mala e a sua casa
Depois de conhecer o destino, de ter disponíveis as certificações sobre as suas competências no idioma indicado e toda a sua documentação, deve começar a pensar na sua mala. Isso vai além do objeto em si; referimo-nos aqui de organizar a sua vida noutro lugar. Portanto, deve pensar no que irá necessitar levar em termos de objetos e logística, no que precisará de adquirir, e toda a logística de viagens que necessitará ter em conta para visitas. Por outro lado, antes de chegar ao seu destino, deve ter em consideração o que precisará de encontrar, fazer uma lista e preparar a sua nova casa. Se a empresa que o contratou não fornecer instalações – isso varia muito, dependendo da dimensão da empresa e da função assumida – verifique portais e comunidades on-line sobre bairros, transportes e áreas centrais. Dessa forma, pode escolher muito melhor por onde começar a procurar a sua nova casa.