Adaptar cada casa ao cliente, atenção ao detalhe

Adaptar cada casa ao cliente, atenção ao detalhe. A DING DONG, formada por Michael Miranda, Maria João Gonçalves e Davide Gomes, surge em 2012 na Foz, Porto.
Desde essa data desenvolveu vários projectos de arquitectura e interiores que contribuíram para a consolidação de uma linguagem própria.

Esta linguagem é mais que arquitectura, assenta numa premissa fulcral: a de adaptar cada casa ao cliente. Passa, ainda, pela atenção ao detalhe, pelo desenho e produção de peças de mobiliário e pela escolha assertiva de objectos e obras de arte que completem o espaço.
Aliada à vontade de explorar mais e mais esta escala do mobiliário e do objecto, surge, de forma natural, a vontade de estar também presente em Lisboa.

Desta forma, com a nova loja, a DING DONG disponibiliza a sua colecção a um público mais vasto, conseguindo, ao mesmo tempo, criar um espaço de trabalho e reunião de apoio às obras em curso.

Da DING DONG Arquitectura e Interiores surgem agora dois ramos, o Studio, no Porto e a Store em Lisboa. A DING DONG STORE tem por objectivo ser mais que uma loja. Deverá ser um mostruário inegável da qualidade, criatividade e identidade que caracterizam os projectos desenvolvidos ao longo dos anos pelo STUDIO, quer no que concerne aos espaços, quer no que concerne à selecção criteriosa das peças que os habitam.

Esta selecção é a grande maior valia da loja, disponibilizando ao público artigos que até agora estavam disponíveis apenas em projecto.
Um dos desafios deste novo espaço é o facto de ter que funcionar com peças de arte e mobiliário que estão em constante mutação. Versátil, o espaço demonstra a estética da marca, optando-se, ao contrário do espectável, por padrões e cores fortes. Apesar de se ousar em alguns elementos como os papéis de parede e a alcatifa com padrão personalizado, outros, de inspiração clássica, como os tectos, contribuem para a harmonia do espaço.