Os conselhos de Ferran Adrià em Lisboa

Os conselhos de Ferran Adrià em Lisboa. O mítico chef do elBulli (Barcelona, Espanha), Ferran Adrià participou como convidado de honra no terceiro Estrella Damm Gastronomy Congress realizado esta segunda-feira em Lisboa e destaca Portugal com sendo a “futura nova referência gastronómica”.
Com mais de 350 convidados, o Estrella Damm Gastronomy Congress 2019 contou também com uma mesa redonda na qual participaram Adrià e os portugueses Vasco Coelho Santos, José Avillez, Miguel Rocha Vieira e Henrique Sá Pessoa.
O presente e o futuro da melhor cozinha contemporânea portuguesa e europeia juntaram-se nesta segunda-feira à bagagem culinária de Ferran Adrià, o chef que revolucionou a cozinha espanhola no início do século (o seu restaurante, elBuli, foi declarado cinco vezes como o melhor restaurante do mundo de acordo com a The 50 World’s Best Restaurants), para definir as linhas mestras da cozinha portuguesa e mundial, na terceira edição lisboeta do Estrella Damm Gastronomy Congress.
Atentos aos seus conselhos e análises, reuniram-se no imponente espaço da LX Factory na capital portuguesa, mais de 350 amantes da gastronomia, os quais também usufruiram de uma palestra partilhada com grandes expoentes do talento nacional.
Na primeira visita profissional do chef a Portugal, foi secundado por Vasco Coelho Santos, José Avillez, Miguel Rocha Vieira e Henrique Sá Pessoa, quatro dos melhores chefs portugueses da atualidade, “quatro cozinheiros que marcam e marcarão o brilhante futuro da gastronomia portuguesa, brilhante porque tendes produto, paixão e talento, ingredientes que podem converter-vos em líderes gastronómicos mundiais”, referiu. “Mas terão de saber vender-se”, recordou.
Também, e acima de tudo, explicou a história e evolução do elBulli, o restaurante que fechou “por ter atingido o seu máximo de criatividade”em 2011, para criar o seu projeto elBullifoundation, com o qual deseja estudar agora a gastronomia de uma forma holística, projeto da elBullifoundation que, adiantou, começará a ganhar forma no verão de 2020.
Após duas horas de conversa, Adrià despediu-se do público voltando ao início: “Vocês têm as bases para crescer. Apenas terão de acreditar e de saber vender-se, aspeto fundamental. Terão de ser ambiciosos e confiar. Desta forma, com a vossa história e com os produtos que têm ao vosso dispor, terão certamente um futuro incrível dentro de cinco anos. Toca a trabalhar.”