#madetolast uma relação com Cardhu

Junho, mês de santos e de arraiais, motivo para celebrar a relação #madetolast como a que temos com a Cardhu. 

Pode parecer ato irreverente, mas tudo nesta época, combina com whisky. Uma época onde reinam as sardinhas, as bifanas e o bom tempo. 

O cocktail de que falamos no último post é a evidência de que o whisky é uma bebida versátil e pode ser companhia em várias ocasiões.

Cardhu on the Rocks e Cardhu Rosso, podem ser excelentes opções. Voltamos a recordar a receita do Cardhu Rosso: uma medida de Cardhu, um cubo de gelo, duas medidas de Vermute Rosso e um pedaço de laranja, para dar um aroma refrescante. Mexer bem e serve-se para nosso refresco. 

E, pode ser o começo de uma noite de arraial. Juntar os amigos em casa para um cocktail de Cardhu e partir para a celebração dos santos populares. Santo António, São João ou São Pedro, que entre santos não há rivalidades. E o melhor é comemorar com os amigos.

Cardhu 12 anos, é uma opção de scotch perfeita para brindar em qualquer situação. O seu travo a pêra e a frutos secos conferem-lhe um sabor doce e suave. Constituído por um corpo equilibrado, é ideal para completar os pratos de almoços ou de jantares, para “deitar tempo fora” com os amigos e falar sobre o sentido da vida.

O melhor da vida? É e sempre será poder estar com quem gosta de nós e brindar com um excelente whisky. “Made to Last”.

#CardhuWhisky

#MadetoLast #Whisky