Um legado de anos na relojoaria

A manufactura A. Lange & Söhne e a Gerhard D. Wempe KG partilham um legado que remonta à década de 1930. Nesses tempos, a Wempe vendia relógios de bolso da A. Lange & Söhne em Hamburgo e ambas as empresas estabeleceram uma colaboração na área dos cronómetros de marinha. Otto Lange, neto do fundador Ferdinand Adolph Lange, e Herbert Wempe, gerente de segunda geração da empresa joalheira, também juntaram forças para estabelecer e desenvolver o grupo de trabalho denominado “Glashütte Observatory”. 

Por essa razão, a Wempe encontrava-se naturalmente entre aqueles que estiveram na apresentação dos quatro relógios Lange da nova era. Walter Lange e Günter Blümlein convidaram as mais respeitadas casas joalheiras/relojoeiras da Alemanha, da Áustria e da Suíça para estarem presentes no palácio residencial de Dresden em outubro de 1994. Após uma visita às instalações da manufatura, onde Hellmut Wempe teve a oportunidade de manusear os novos modelos e uma certeza: “está tudo perfeito aqui”. Os relógios, as pessoas, a narrativa do contexto histórico. A manufatura A. Lange & Söhne reavivou as tradições relojoeiras de Glashütte com uma abordagem contemporânea.

No final da apresentação, Hellmut Wempe encomendou mais relógios do que a Lange podia entregar na altura. Foi um grande voto de confiança e o início de uma relação empresarial baseada na amizade que dura há já 25 anos. Hoje em dia, os relógios da A. Lange & Söhne podem ser encontrados em 25 pontos de venda Wempe – de Hamburgo a Nova Iorque e mesmo em alto mar. A Wempe também faz a gestão das boutiques A. Lange & Söhne localizadas em Munique e em Londres. 

Para o CEO da Lange, Wilhelm Schmid, a Wempe é globalmente um dos embaixadores mais importantes da A. Lange & Söhne. “Apreciamos a superior competência de uma bem sucedida empresa familiar no ramo da relojoaria mecânica de precisão e estamos confiantes de que os próximos 25 anos da nossa notável parceria vão ser tão afortunados e benéficos como este último quarto de século”. 

Para a manufatura A. Lange & Söhne, o aniversário representa a ocasião ideal para a apresentação de uma edição limitada do modelo 1815 UP/DOWN com 25 exemplares de cada versão em ouro branco e ouro rosa. A primeira parte da nomenclatura do relógio remete para o ano de nascença do pioneiro da relojoaria que foi Ferdinand Adolph Lange. A segunda parte é a designação da Lange para o seu emblemático indicador de reserva de corda. Uma gravação especial no fundo faz alusão à edição limitada. 

Ambos os modelos estão dotados de um mostrador azul profundo em prata maciça. O tom rodinado dos submostradores para os pequenos segundos e o indicador da reserva de corda contrasta bem com o fundo escuro. Os ponteiros das horas e dos minutos, em ouro branco ou ouro rosa para condizer com a respetiva caixa, e os algarismos árabes brancos asseguram boa legibilidade. Tal como a minuteria do tipo caminho de ferro impressa em branco, evocam os tempos idos dos relógios de bolso. A combinação de cores é complementada com uma correia em pele de aligátor azul escura que se faz acompanhar de uma fivela em ouro branco ou rosa condizente com a caixa. 

O calibre L051.2 de corda manual, desenvolvido e fabricado na manufatura, apresenta uma reserva de corda de 72 horas. E reflete todas as caraterísticas clássicas da tradição artesanal da A. Lange & Söhne. Os destaques do movimento incluem um galo do balanço gravado à mão, a platina de três quartos em alpaca decorada à moda de Glashütte, sete chatons de ouro aparafusados e com polimento espelhado, e o trem de rodagem solarizado que aparece visivelmente integrado no calibre.