3 coisas a fazer na Baixa de Lisboa

3 coisas a fazer na Baixa de Lisboa num fim de semana. Era meu hábito vir passear para a Baixa, nos dias de ócio com a minha família, “ver as montras”, comer um gelado ou um croissant em lugares históricos, visitar museus e as igrejas, enfim sentir a vida da cidade. Por isso, proponho três coisas a fazer na baixa, nestes dias que para alguns são de fim de semana prolongado.

Primeiro começar com um belo gelado de uma casa típica da baixa lisboeta, Fragoleto, onde podemos encontrar sabores deliciosos e a preços razoáveis. A experiência do verdadeiro gelado, seja em cone ou copo, passa pela exigência da casa. Não perder o gelado de cheesecake, de perder a cabeça.

De Segunda-feira a Domingo das 12.00 às 20.00

Rua da Prata 61,

1100-413 Lisboa

A Sé de Lisboa, ou Igreja de Santa Maria Maior é a sede do Patriarcado de Lisboa e da Paróquia da Sé. A sua construção teve início na segunda metade do século XII, após a retomada da cidade aos Mouros por D. Afonso Henriques, e apresenta-se hoje como uma mistura de estilos arquitetônicos. É classificada como Monumento Nacional desde 1910. Situa-se onde já foram um templo romano, uma mesquita, e agora é a igreja mãe da diocese. A visitar os claustros, as capelas, a sacristia e o Tesouro. Neste encontramos peças de antiga e preciosa origem, tal como a custódia oferecida por El-Rei Dom José. Estudos recentes atribuem o desenho da mesma ao célebre arquiteto de D. João V João Frederico Ludovice, tendo sido executada primeiramente pelo ourives Pedro da Silva e posteriormente concluída pelo ourives Joaquim Caetano de Carvalho, em cerca de 1760.

Localização

Sé de Lisboa Largo da Sé 1100-585 Lisboa

Horários

2ª a Sábado: 10h00-18h30

Contactos

+351 218 866 752

+351 218 873 258

Museu do Aljube Resistência e Liberdade: Dedicado à história e à memória do combate à ditadura e ao reconhecimento da resistência em prol da liberdade e da democracia. É um sítio musealizado e um museu histórico que pretende preencher uma lacuna no tecido museológico português, projetando a valorização da memória de luta contra a ditadura na construção de uma cidadania esclarecida e responsável e assumindo a luta contra o silenciamento desculpabilizante, e muitas vezes cúmplice, do regime ditatorial que dirigiu o país entre 1926 e 1974.

Museu do Aljube

Rua de Augusto Rosa, 42 • 1100-059 Lisboa

Telefone: +351 215 818 535

Email: info@museudoaljube.pt

Aberto diariamente das 10h00 às 18h00. Encerra segundas-feiras e nos feriados de 1 de janeiro, de 1 de maio e de 25 de dezembro.