Carne, cocktails e um serviço de luxo

Carne, cocktails e um serviço de luxo. E onde? no novo restaurante Meat Me. No passado dia 25 de Abril, fomos experimentar uma magnífica surpresa, um restaurante que vem elevar a qualidade da oferta em Lisboa. Uma verdadeira casa que sabe acolher quem nela entra, com um serviço fantástico. Cada canto foi pensado para o melhor serviço ao cliente, desde do bar, ao restaurante e até aos pormenores de higiene na casa de banho. Tudo pensado ao pormenor para que tenhamos uma boa vivência e para que voltemos com vontade de mais.

Começamos pelo bar, uma mezzanine elegante encaminha-nos pelo balcão em carvalho escurecido, delineado por cadeirões em pele azul petróleo. Ao fundo, a biblioteca recheada de livros Gestalten e Assouline faz lembrar salas de mansões do século XIX, que convidam a longas conversas brindadas com whisky junto à lareira. O Bar gerido por Vasco Martins e auxiliado por André Pires é um local onde todos aqueles que são apreciadores da arte dos cocktails, encontram um “local de devoção”. Aqui, o protagonismo é dado aos destilados, numa procura de recuperar o modus operandi dos bares clássicos dos anos 20 e 30.

Depois de uns bons cocktails passamos para o restaurante, com uma eficácia fantástica. E, descemos para um verdadeiro “céu” para os apreciadores da carne. De referir o couvert, manteiga de cabra com pó de louro,  gordura de porco preto e escamas de sal junto com uma foccacia deliciosa de alecrim, pão artesanal e flat bread. Como entradas, uns deliciosos croquetes e um cremoso de batata assada com aioli picante (uma espécie de tortilla). O melhor estava na surpresa da peça de carne WAGYU do Chile grelhada com sal e acompanhada uma salada verde com tomate, queijo São Jorge e nozes caramelizadas e, também com batata frita no carvão. A refeição foi acompanhada por uns vinhos de babar, sugeridos pelo somellier, António Roxo.

Para terminar este banquete  gastronómico e de serviço impecável, experimentamos um mil folhas de doce de leite, caju salgado e limão , e um charuto de chocolate, whiskey Glenfiddich, fumo e clementina. Temos de referir a origem das carnes por exemplo, El Capricho, um dos principais selos do Meat Me, o único restaurante em Lisboa a servir estas carnes, que já foram consideradas das melhores do mundo. O El Capricho é uma marca de produção de animais com um restaurantehomónimo em Léon, Espanha, gerido por José Gordon.

Temos de dar os parabéns ao Chef Tomás Pires e, claro à sua equipa, por um trabalho maravilhoso. De uma forma geral, o ambiente, o serviço, a carta, a comida foi um todo de surpresa. Podendo dizer que neste ano, até ao momento, foi a grande surpresa na restauração de Lisboa. Desde o atendimento à despedida sentimos que estão a pensar em nós.

 

MEAT ME Rua Duque de Bragança, Largo do Picadeiro, 8

+351 21 3471356

Segunda – Quinta 12:30-15:30 e 19:00-00:00

Sexta 12:30 -15:30e 19:00-01:00

Sábado 12:30-01:00

Domingo 12:30-00:00

meatme.pt

@meatme.assadormoderno