Uma medalha de ouro para vinho alentejano

Uma medalha de ouro para vinho alentejano. Vencedor de uma das duas medalhas de ouro atribuídas a vinhos alentejanos, entre as dez conquistadas por Portugal, o vinho Coutada Velha Signature Tinto 2017, do produtor Monte da Ravasqueira, surpreendeu o júri da prestigiada competição britânica “International Wine Challenge” (IWC), considerada a mais meticulosa do sector, que celebra o seu 34º ano de existência.

O vinho premiado foi considerado, pelos jurados, “tostado e sério, complementado por notas suculentas de cereja, violeta, mirtilos, especiarias e carvalho bem integrado com um final longo e concentrado”.

Produzido a partir das castas Aragonês, Trincadeira e Cabernet Sauvignon, este blend de cor granada escura destaca-se pela sua complexidade e estrutura.

Com estágio de oito meses em barricas de carvalho francês, Coutada Velha Signature Tinto 2017 harmoniza com carnes gordas, caça e pratos de peixe no forno.

Fundado em 1984 pelo escritor britânico Robert Joseph e gerido, hoje, pela William Reed Business Media, o IWC destaca-se das restantes competições mundiais pelo “rigor do processo de julgamento”, sublinha Charles Metcalfe, copresidente do concurso.

Tendo recebido inscrições de 55 países, o IWC tem impacto direto entre os compradores de vinho, potenciando um aumento médio de 20% nas vendas de garrafas com medalha oficial da competição.