Música no jardim de verão mais uma vez

Música no jardim de verão mais uma vez, nos três primeiros fins-de-semana de julho, a Fundação Calouste Gulbenkian volta a ser okupada por concertos, poesia, projeção de óperas e filmes de animação, num programa dedicado à Palavra e Música. Da Ópera ao Hip Hop

Piano, ópera, tangos e boleros, jazz, música eletrónica experimental, orquestras e coros, leituras, performances, poesia, conversas, projeção de óperas do Festival de Aix-en-Provence ou de filmes de animação. Há muito por onde escolher, na programação do Jardim de Verão, que começa dia 6 de julho, com um Concerto para Piano e Orquestra, com Mário Laginha acompanhado pela Orquestra Gulbenkian e acaba a 22, com Ana Deus, Capicua, Carlão e Mafalda Veiga, num quarteto criado de propósito para a ocasião.

Serão três fins-de-semana com programas variados.

O primeiro, de 6 a 8 de julho, terá uma forte componente de orquestra e coro, com a presença, no Grande Auditório e no Anfiteatro ao Ar Livre, da Orquestra Infantil Geração, da Orquestra Juvenil Geração, do Coro Infantojuvenil da Universidade de Lisboa e dos Picoli Cantori di Torino. E pelo meio, sons e ritmos da América Latina e um concerto performativo a partir de cantos religiosos de vários cantos do mundo.

No segundo fim-de-semana, entre 12 e 15 de julho, caberá à ópera assumir um lugar de destaque. Começa com dois espetáculos do projeto Ópera na Prisão – Só Zerlina ou Così Fan Tutte?, trabalho realizado no âmbito do projeto PARTIS – Parcerias Artísticas de Inclusão Social, que pôs a Orquestra Gulbenkian a tocar Mozart com um conjunto de reclusos do Estabelecimento Prisional de Leiria; seguem-se quatro sessões de cinema de animação, onde a imagem animada se cruza com vários géneros e ritmos musicais (os filminhos foram escolhidos por Fernando Galrito, fundador e diretor do Festival de Cinema de Animação Monstra) e quatro projeções de óperas inéditas do consagrado Festival de Aix-en-Provence.

O último fim-de-semana do Jardim de Verão muda de ritmo e o palco é dado ao jazz (com a presença de referências da música improvisada portuguesa contemporânea e a estreia, em Lisboa, do violoncelista arménio Artyom Manukyan) e ao Hip Hop (com um quarteto de nomes conhecidos – Ana Deus, Capicua, Carlão e Mafalda Veiga, juntos para o efeito).

PROGRAMA

PRIMEIRO FIM-DE-SEMANA

Sexta, 6 de julho

Mário Laginha com a Orquestra Gulbenkian

21:00 – Grande Auditório

 

Sábado, 7 de julho

Encontro com a Música

Epopeia Pop, com Luís Trindade

16:00 – Auditório 3, Edifício Sede

 

Corações ao Alto

Concerto performativo

18:00 – Galeria de Arte Islâmica, Coleção do Fundador

 

Orquestra Infantil Geração – 10 anos a tocar vidas

19:00 – Grande Auditório

 

Entre Tangos e Boleros

Camerata Atlântica

21:00 – Anfiteatro ao Ar Livre

 

Domingo, 8 de julho

Corações ao Alto

Concerto performativo

11:00 – Galeria de Arte Islâmica, Coleção do Fundador

 

RRR!… Rios, Risos e Ritmos

Coro Infantojuvenil da Universidade de Lisboa e Piccoli Cantori di Torino

17:00 – Anfiteatro ao Ar Livre

 

Orquestra Juvenil Geração – 10 anos a tocar vidas

19:00 – Grande Auditório

 

SEGUNDO FIM-DE-SEMANA

 

Quinta, 12 de julho

ÓPERA

Ópera na Prisão – Só Zerlina ou Così Fan Tutte?

19:00 – Grande Auditório

 

Sexta, 13 de julho

Ópera na Prisão – Só Zerlina ou Cosi Fan Tutte?

19:00 – Grande Auditório

 

Sábado, 14 de julho

Da Ópera ao Hip Hop em animação

11:00 e 12:30 – Sala Polivalente, Coleção Moderna

 

Carmen, de Bizet

Projeção de Óperas do Festival d’Aix-en-Provence

15:00 – Grande Auditório

 

The Rake’s Progress, de Igor Stravinsky

Projeção de Óperas do Festival d’Aix-en-Provence

20:00 – Grande Auditório

 

Domingo, 15 de julho

Da Ópera ao Hip Hop em animação

11:00 e 12:30 – Sala Polivalente, Coleção Moderna

 

Alcina, de Händel

Projeção de Óperas do Festival d’Aix-en-Provence

15:00 – Grande Auditório

 

A Poesia também se fala

Leituras orientadas por Teresa Lima

18:00 – Cafetaria do Centro Interpretativo Gonçalo Ribeiro Telles

 

Cosi Fan Tutte, de Wolfgang Amadeus Mozart

Projeção de Óperas do Festival d’Aix-en-Provence

20:00 – Grande Auditório

 

 

TERCEIRO FIM-DE-SEMANA

 

Sexta, 20 de julho

Convidado de Verão: Joaquim Sapinho

Inauguração da exposição no Museu

17:30 – Coleção Moderna, Museu Calouste Gulbenkian

 

Sábado, 21 de julho

Novas tendências do Jazz, 1965 – 1975

Conversa com Rui Neves, no âmbito da exposição Pós-Pop. Fora do Lugar Comum

17:00 – Auditório 3, Edifício Sede

 

Sousa – Pinheiro – Ferrandini

Concerto, no âmbito da exposição Pós-Pop. Fora do Lugar Comum

18:00 – Escadaria da Zona de Congressos

 

Artyom Manukyan Trio Debut in Lisbon

Concerto

21:00 – Anfiteatro ao Ar Livre

 

Domingo, 22 de julho

Poesia e Música Eletrónica Experimental

Leituras musicadas, com Vasco Macedo e Tomás Frazer

18:00 – Auditório 3, Edifício Sede

 

Entre o Hip e o Pop

Concerto com Ana Deus, Capicua, Carlão e Mafalda Veiga

21:00 – Anfiteatro ao Ar Livre

Mais informação em gulbenkian.pt