Único vinho branco vencedor em competição mundial

Único vinho branco vencedor em competição mundial? Parece estranho mas, é verdade, um evento de extrema importância para os vinhos mundiais, o Concurso Mundial de Bruxelas 2018 foi realizado em Pequim, entre os dias 10 e 13 de maio. A 25ª edição atribuiu 14 medalhas de Grande Ouro a vinhos provenientes de seis continentes diferentes. Monte da Ravasqueira Branco Superior 2017 destacou-se na competição, sagrando-se único branco vencedor português entre os premiados desta categoria.

Composto pelas castas Alvarinho, Viognier e Sémillon, Monte da Ravasqueira Branco Superior 2017 é um blend gastronómico com intensidade aromática a frutas frescas e notas de bolacha maria, com estágio de 20% do lote em barricas de carvalho francês.

Entre os mais de 9180 vinhos selecionados neste concurso, por 330 degustadores de vinhos de 50 nacionalidades (sommeliers, compradores, importadores, jornalistas e críticos de vinho), Monte da Ravasqueira Clássico 2017 distinguiu-se ainda, com medalha de prata, entre os brancos classificados.

Fresco, vibrante e harmonioso, Monte da Ravasqueira Clássico Branco 2017 tem cor límpida e brilhante esverdeada, apresentando o carácter pleno das castas manualmente colhidas Antão Vaz, Arinto e Viognier, com aroma intenso a alperce, pêssego e frutos tropicais. Com notas de espargos e de mineral, estagiou a baixas temperaturas, em cubas de inox, com leve battonage.

O painel de jurados do Concurso Mundial de Bruxelas 2018 atribuiu medalhas de Prata, Ouro e Grande Ouro, entregando mais medalhas a vinhos brancos comparativamente a 2017. Entre os dez países premiados nesta edição, Portugal classificou-se em terceiro lugar da lista, Espanha em segundo e França em primeiro.

O concurso Mundial de Bruxelas tem como principal ambição oferecer aos consumidores uma garantia : distinguir vinhos de qualidade, verdadeiros prazeres de consumo e de degustação provenientes dos 4 cantos do mundo e dentro de todas as gamas de preços.