Miguel Vieira apresenta em Milão

Miguel Vieira apresentou em Milão as propostas do verão de 2019 para o homem de hoje, no passado Sábado, na Milano Fashion Week Uomo, uma antevisão do que serão as propostas da marca para o verão 2019. Cores primárias, inspiração pop art e ilustrações vintage são os principais destaques da nova coleção masculina. Assim, quisemos fazer umas breves perguntas ao criador no rescaldo desta mesma apresentação. Visto ser um “palco” da moda internacional e uma oportunidade para Portugal como marca ser conhecida.

– O que significa para um designer de moda puder apresentar em Milão?

É um grande orgulho estar no calendario oficial da câmara de moda Italiana na Semana de Homem. Mas estação após estação a responsabilidade é maior. Nesta semana, a cidade “respira” muito mais moda , do que é habitual. Pois, nessa semana aterram manequins dos mais variados países, bem como fotógrafos, imprensa, buyers etc . A crítica internacional expressou uma boa opinião sobre a colecção e os resultados foram fantásticos. A publicação “The impression” atribui à nossa colecção uma pontuação de 8.1, quiçá superior ou igual a muitos designers italianos com estruturas/reputação consideráveis.

– O que te satisfaz mais, colecção de homem ou mulher?

Para mim, ambas. São desafios diferentes.

– Que inspiração tiveste nesta colecção apresentada?

Preto e branco… duas palavras que, ao longo dos anos, sempre estiveram associadas à minha marca.Continuando a celebração dos 30 anos de carreira, a colecção para o Verão de 2019 tem ponto de partida na cor e inspiração no movimento Pop Art e ilustrações vintage. Com grande foco nas cores primárias e nos estampados, combinam-se grafismos pós modernos e gravuras em peças clássicas com pormenores desportivos.

O resultado é um conceito de streetwear couture, que se deve ao destaque dado à alfaiataria e também a uma estética urbana muito forte, que transmite uma certa rebeldia.