Uma vida nova no Topo

Quando nos falaram de uma vida nova no Topo do Martim Moniz, quisemos, desde logo, conhecer. Porque, já o anterior restaurante com uma gastronomia asiática foi uma experiência muito boa. Fomos experimentar este “novo espaço” mas com a mestria igual do Chef Ricardo Benedito. E, testemunhamos, de facto, que a qualidade se mantém depois da renovação de cara do restaurante. Desde os baos de porco (novidade) que possuem uma carne deliciosa, passando pelo arroz frito com camarão ou as massas, tudo tem um sabor único e uma mão cuidado do chef.

Da renovação nasceu o KIN Martim Moniz, um espaço que continua a promover a gastronomia indonésia, tailandesa e vietnamita, com três talentosas e sorridentes cozinheiras asiáticas que asseguram a autenticidade dos sabores. No KIN todos os pratos são preparados no local com produtos frescos oriundos dos carismáticos supermercados asiáticos da zona. Os fortune cocktails concebidos pelos bartenders do vizinho TOPO acompanham na perfeição o Pad Thai, o Nasi Goreng ou outros práticos ecléticos como o Bobun.

A decoração elétrica foi criada por Sacha Wolf que instalou um dragão na decoração azul escura e encarnado China, combinou néons, madeira em bruto, estruturas de metal industrial com máscaras de teatro japonesas, lanternas tradicionais e ilustrações poéticas feitas por um artista franco-chileno. O rei do espaço é o dragão do Ano Novo Chinês com cerca de 30 metros de comprimento, confecionado e pintado à mão há várias décadas, que navega por entre as mesas do KIN.

Não há dúvidas que este espaço transporta os visitantes para uma viagem rápida à China cosmopolita e citadina que abraça tradição e modernidade. “Resolvemos recriar o espaço querendo transforma-lo numa cantina asiática no último andar, no topo do edificio do Centro Comercial Martim Moniz. Desenvolver o verdadeiro conceito Asian Kitchen em Asian Style”, explica a gestão do TOPO, responsável por mais este novo espaço.

O KIN encontra-se aberto de segunda-feira a sábado, apenas para jantares, entre as 20h00 e as 24h00. Tem capacidade para 38 lugares sentados e assegura uma verdadeira jornada dos sentidos à Ásia.