ModaLisboa 50 – criação para sempre

Não queremos viver para sempre, mas a ambição é criação para sempre. Em 2018, a MODALISBOA continua a viver com a mesma ambição e objectivo: criar para sempre. Proporcionando as condições que dinamizam a criação artística de moda nacional, descobrindo os artistas que farão parte da nossa vida cultural futura, garantindo a liberdade que ainda faz a moda ser inesperada, desafiadora, refrescante e imprevisível.

Ambições fazem parte da vida de uma pessoal ou de uma instituição; mas também fazem parte da vida e da história memórias de momentos importantes na caminhada. Por isso desafiamos a directora da ModaLisboa, Eduarda Abbondanza, a partilhar connosco três momentos exemplares da aventura que foram estes 25 anos.

“Shortlist, porque é grande a sua vida.Três momentos são quase impossíveis para resumir uma aventura tão grande que começou nas ruas do Bairro Alto e que chega até aos nossos dias, em pleno Parque Eduardo VII, no Pavilhão Carlos Lopes” começou por dizer.

  • Baile no Hotel Ritz – 22ª edição 2004

“Na edição “Five Stars”, quisemos fazer um baile final porque fazia parte do tema. Um tema com imagem da Sophia Loren e envolvida em glamour. E, que ainda hoje está presente na memória de muitos. Convidamos a Jane Birkin para cantar e encantou todos os presentes. Foi um convite a quem todos souberam responder e dentro do dress code, muita alegria e glamour. Com extravagância!”

  • Mercado da Ribeira – 2010

“Foi um trabalho de Hércules, quando todas as pessoas diziam que era impossível tanto no planeamento de toda a disposição como os desfiles do LAB no meio das bancas em funcionamento. Uma edição incrível pela sua cenografia, uma sala invertida entrávamos a descer. Envolveu todo mercado, bancas de flores, refeições com a carne do talho etc tudo o que foi utilizado vinha do mercado. As bancas das frutas e legumes eram o local de desfile. Como sempre tentamos envolver a comunidade envolvente a qualquer edição da modalisboa, aconteceu de modo extraordinário nesta edição. Os convites eram feitas a partir de fotos feitas pelo Ricardo Mealha e eu no mercado, até a própria imagem institucional”

 

  • Primeira Edição no Pavilhão Carlos Lopes – 2017

A primeira edição que teve um tema em português com referência a esta grande cidade, Lisboa e que sempre afirmamos pela nossa história. A Luz de Lisboa que pela proximidade do rio, do oceano e dos baixos níveis de poluição é algo muito emblemático em comparação com outras capitais europeias. A Primeira edição no Pavilhão Carlos Lopes e que correu muitíssimo bem, tendo os melhores feedbacks externos e internos. Voltamos a ter uma série de actividades abertas ao público em geral porque tínhamos espaço para isso e, assim, devolver à cidade a ModaLisboa. Tendo também os desfiles LAB nos jardins do parque permitindo a qualquer pessoa puder assistir aos mesmos. As Fast Talks, conferências abertas ao público, foram efectuadas num espaço maravilhoso que é a estufa fria. Um ambiente verdadeiro, natural e Zen. Uma experiência maravilhosa”