3 cavalheiros na minha vida

3 cavalheiros na minha vida? sim, foram 3 e recordo me bem deles…não que as senhoras não tenham tido um papel importante na minha vida. Mas, estes três homens marcaram-me pela delicadeza de trato, pelo cuidado nas relações e pela educação.

O primeiro foi um senhor de formação jurídica, o senhor Cónego Orlando Leitão, um gentleman clérigo e membro do cabido da sé patriarcal de Lisboa, sempre impecável na aparência e cuidado no trato. Nunca queria ferir ninguém nas suas advertências nem ofender nos seus juízos, chamando à atenção com a maior cordialidade possível. Não era homem de muitas falas nem grandes juízos, nada de gestos demasiados na sensibilidade da sua função, director espiritual. Dava-me bons conselhos, “quando se irritar não diga asneiras, diga Coração de Jesus”, “Oh senhor cônego isso não chega” dizia eu. E, um homem nunca se deve anunciar pelo seu perfume, seja discreto nisso, afirmava ele.

Mais tarde e noutras vidas, encontrei um segundo gentleman que me ensinou a fineza de trato com quem era até mais próximo. Fomos sócios de uma empresa de assessoria de comunicação, Ricardo Belo de Morais, e aprendi a honestidade numa profissão à custa até da própria sustentação monetária. Existem padrões de trabalho e níveis de honestidade, que o mundo não reconhece mas existem. Os “espertos” dispensam mas aprendi que não podemos dispensar à custa da própria “alma”. “Que vale ao homem conquistar todas as riquezas, à custa da sua alma”. Foi o meu companheiro em muitas lutas.

O terceiro gentleman da minha vida foi o Manuel Reis, que brevemente de trato e relação, em 10 anos, marcou-me muito. Foi conhecido, amigo de longe e patrão. Mas, em tudo foi um senhor, vi nele alguém que sabia estar com as pessoas e ouvi-las. Acompanhar a sua caminhada, e perceber como acolhe-las. Acolhimento que é tão importante nesta vida. Se este site tem o nome de gentleman em Portugal, é também para honrar as virtudes de um homem com esse nome. Acolhimento, discrição, honestidade, atenção e dar vida e festa ao próximo.