Do Porto, com bom gosto

Na visita que fizemos ao Radio Palace e à exposição ali presente, conhecemos esta equipa, imagem do fulgor do design de interiores no Porto.

Michael Miranda – arquitecto, Maria João Gonçalves – designer, e Davide Gomes – engenheiro, três amigos com formações académicas e percursos de vida muito diferenciados, encontram-se e formam o núcleo duro do atelier Ding Dong.

Sediado na Foz do Porto, o atelier está vocacionado para a criação de projectos de arquitectura e interiores com atmosferas intemporais. Da escala doméstica à dimensão corporativa, a filosofia criativa deste atelier mantém os mesmos princípios estruturantes.

A arquitectura, a arte contemporânea, a música, o cinema e a moda, fazem parte do dia-a-dia desta equipa, constituindo inspiração constante que se revela em espaços cinematográficos criados para o quotidiano. Cada projecto desenvolvido persegue a harmonia das proporções na arquitectura, o equilíbrio das formas e o uso original e envolvente de matérias e cores.

Formada em 2012, concretizou já vários projectos determinantes para o estabelecimento da identidade que o grupo de criativos pretende para a sua empresa. O seu trabalho dinâmico e competente gera espaços elegantes adequados à personalidade e estilo de vida de cada cliente. No fundo, este é o objectivo, fazer corresponder a arquitectura e seus interiores às circunstâncias mais exigentes, através de uma linguagem cuidada e eloquente. Para atingir este objectivo oferece um serviço personalizado, conseguindo com o contacto próximo e atento ao cliente, adequar as suas competências e recursos às mais diversas situações.

O showroom funciona como uma extensão do próprio atelier, é o laboratório das suas experiências criativas, nunca repetindo uma atmosfera. Coordenando o mais recente design de mobiliário da sua autoria com antiguidades, criadores consagrados com emergentes, cria uma atmosfera mutável e inventiva que caracteriza o trabalho desenvolvido no atelier.