Uma experiência sem glúten em Lisboa

Poderia ser outro restaurante igual a muitos outros em Lisboa mas fomos descobrir algo diferente, um restaurante certificado sem glúten. De facto, o respeito pelo mundo saboreia-se da primeira à última garfada e a sensação de harmonia invade-nos desde que se entra no Open Brasserie Mediterrânica.

É que para além das suas cartas sazonais, ditadas pelos ritmos próprios dos produtos locais, a sua decoração é também influenciada pelos tons e texturas da natureza, levando-nos para junto da terra sem, no entanto, sair de pleno centro de Lisboa, Rua de Santa Marta.

Fomos encontrar uma decoração renovada mas que manteve as suas principais linhas, com a predominância dos verdes e castanhos, mas com rasgos de negro agora mais marcantes. No que diz respeito à iluminação, os pontos de luz são em maior número e mais direccionados, criando uma envolvente mais aconchegante num espaço mais eficiente e funcional. Mas são os princípios do Feng-Shui que continuam a contribuir para que toda a experiência seja pautada por um fluxo de energias favoráveis à degustação de uma refeição plena de sabores e combinações inesperadas.

Pelas mãos de Lara Matos Arquitectura e Design de Interiores, os materiais de baixo impacto ambiental, como a madeira ou a cortiça, que dominaram desde sempre a estrutura do restaurante, surgem de novo em evidência, claramente expostos num espaço mais organizado e fluído.

Apesar desta nova apresentação, foi a chegada da Primavera que trouxe consigo a estreia de uma nova Carta no Open. Transformados pelas mãos do Chef João Silva, o ananás dos Açores, as amêndoas, as maçãs, os espargos, os espinafres ou as beringelas são verdadeiras promessas de recomeço que aliadas às técnicas da cozinha mediterrânica evidenciam as cores e aromas dos melhores produtos nacionais num adeus perfeito aos dias frios e numa saudação de boas vindas ao sol resplandecente!

Como, de resto, é hábito no restaurante, conhecido por levar a sustentabilidade à mesa de quem o visita, a produção nacional, os produtos biológicos e artesanais ganham novo ênfase: o queijo de Azeitão ou “Granja dos Moinhos”, a banana da Madeira, ou o peixe proveniente da costa portuguesa são apenas alguns dos sabores portugueses que vão fazer desta refeição uma viagem gastronómica por terras lusas.

Coube-nos provar alguns pratos desta nova carta:

Salada de Legumes de Primavera – Legumes marinados, mix de alfaces, amêndoa laminada e vinagrete de tomate
Salongo, Pastinaca e Ervilha Torta – Filete de salongo, puré de pastinaca, ervilha torta, azeite de salsa e alcaparras
Pernil de Porco e Broa de Milho – Pernil de porco em massa filo, migas de pão de milho crocantes, cebolo primaveril e maçã Grannysmith
Beterraba e Iogurte – Bolo húmido de beterraba com creme de iogurte e mel

Mas esta carta está repleta de novidades e apresenta um menu muito singular que concede um novo significado ao aproveitamento total dos alimentos. “From root-to-stalk, from nose to tail” é um conceito perfeitamente alinhado com a política de desperdício zero seguida pelo restaurante, colocando mais uma vez a tónica sobre a sustentabilidade e respeito pelos alimentos, aproveitando-os na sua íntegra. Caras de Bacalhau, Rabo de Boi com Couve-flor “da raiz às folhas” ou a sobremesa que exalta as diferentes possibilidades de confecção e texturas da beterraba completam o menu.

Horário: 

Segunda a Sexta das 12h30 às 14:30 e da 19h30 às 22h30

Sábados e Domingos das 19h30 às 22h30

Reservas: +351 918 992 860
Grupos: +351 210 440 900

Email geral: reservas@open.com.pt
Reservas: reservas@open.com.pt