O renascer de uma marca

A cerimónia de lançamento da primeira pedra do novo edifício realizou-se em 5 de Setembro de 2012. Quase três anos depois, no dia 26 de Agosto de 2015, a infraestrutura foi oficialmente inaugurada pela chanceler alemã Angela Merkel e pelo Primeiro Ministro da Saxónia Stanislaw Tillich. A Chanceler agradeceu aos funcionários da Lange toda a sua dedicação e, dirigindo-se ao homem responsável pelo renascimento da marca – Walter Lange, atualmente com 91 anos –, sublinhou:

“Não foi fácil recomeçar tudo de novo, mas o senhor e os seus parceiros lograram colocar novamente a manufatura no elevado patamar das mais prestigiadas marcas relojoeiras do planeta. A boa reputação adquirida pela parte leste da Alemanha enquanto zona inovadora, versátil e moderna baseia-se em histórias de sucesso como a sua”.

Até o Primeiro Ministro do estado da Saxónia, Stanislaw Tillich, destacou o espírito inovador da empresa relojoeira de Glashütte:

“A A. Lange & Söhne é uma marca com fama à escala mundial e dotada de uma rica tradição. Conseguiu manter a sua auréola mítica contra todas as adversidades. Com o advento do novo edifício, dá início a mais um bem sucedido capítulo na sua história – com muito espaço para tradição e modernidade”.

Com 5.400 metros quadrados dedicados sobretudo aos vários departamentos de produção, o novo edifício constitui um marco urbano incontornável na entrada sul para a cidade de Glashütte. Graças a uma fachada limpa e claramente estruturada, a infraestrutura de dois blocos insere-se harmoniosamente na arquitetura histórica das redondezas. As janelas de grande formato e ligeiramente inclinadas dos ateliers asseguram uma ampla luminosidade natural aos postos de trabalho. As oficinas ultramodernas garantem um ambiente virtualmente isento de pó. E a fachada a dois níveis assume também uma função de controlo climático.

A maquinaria específica e o equipamento complementar utilizados na concepção de componentes de movimentos situam-se na parte térrea frontal; os diversos departamentos de gravação e decoração manual de peças também passam a estar sedeados no novo edifício.

“O novo edifício é também uma resposta ao crescimento de emprego verificado em anos recentes e representa um investimento no futuro da manufatura”, afirmou Wilhelm  Schmid, CEO da A. Lange & Söhne. “O objectivo consistia em erguermos uma infraestrutura moderna que aproveitasse de maneira eficiente a energia e que também pudesse oferecer um ambiente acolhedor e condições de trabalho ideais. Permitir-nos-á melhorar ainda mais a qualidade dos nossos relógios e otimizar as etapas de produção. Ao mesmo tempo, comprometemo-nos a minimizar qualquer impacto ecológico e o consumo de recursos”.

Adequadamente, o novo edifício é um exemplo perfeito de arquitectura sustentável e gestão inovadora de energia. A maior fonte de energia geotérmica da Saxónia – com 55 canais permutadores de calor a uma profundidade que chega aos 125 metros – assegura uma climatização interior agradável ao longo das quatro estações. A eletricidade necessária para fazer funcionar as bombas é verde. E, assim, o novo edifício de produção da A. Lange & Söhne apresenta-se livre de CO2 e contribui para mitigar as alterações climatéricas.

O investimento financeiro ascende a um total de dois dígitos em milhões de dólares. Valor que faz com que o novo edifício passe a constituir o maior investimento na história da A. Lange & Söhne – ao mesmo tempo que sublinha a dedicação da companhia a Glashütte enquanto local de produção.