Um paraíso de mariscos em Lisboa

IBO é a vila que dá nome à ilha moçambicana onde se encontra a Fortaleza de São João Baptista. O restaurante IBO surgiu em 2009, com a novidade de ser, no panorama gastronómico de Lisboa, o primeiro restaurante de comida portuguesa com influências moçambicanas. Pela sua proximidade emocional àquele território, IBO tornou-se no nome de um grupo de restauração, porque ao clássico restaurante junta-se agora a IBO Marisqueira e em breve um terceiro espaço.

A IBO Marisqueira, o mais recente espaço, mesmo ao lado do restaurante, pretende ser diferenciadora pela elevada qualidade dos produtos e pela exigente confecção que oferece.

De facto, o Gentleman’s Journal foi convidado para experimentar este oásis moçambicano e pudemos perceber a qualidade e frescura de alguns pratos da marisqueira; como entrada as incontornáveis “puntillitas” fritas que levaram-nos a tempos passados e os lingueirões em óptimo molho que fez-nos ceder à tentação do pão quente com manteiga e alho. Não faltaram uns bons camarões juntamente com um molho picante muito africano, para os mais ousados!

Não sendo o final da refeição, a surpresa do prego do lombo quase fechou a refeição com chave de ouro: a carne tenra com um molho de bife que era uma delícia. O final ainda estava para vir com uma farta mini prova dos doces presentes na carta e podemos dizer que não temos possibilidade de dizer qual o melhor.

vale das delícias

O espaço possui viveiros de água salgada onde os mariscos são conservados vivos e que permite ao cliente fazer a escolha do que pretende que seja confeccionado para a sua refeição. A origem do marisco, quase todo nacional e a sazonalidade do mesmo são a prioridade. Todos os bivalves têm origem na Ria Formosa, os percebes nas Berlengas, etc.

A ligação a Moçambique não foi esquecida, o cliente também pode escolher camarão moçambicano, considerado um dos melhores do mundo e alguns apontamentos com a assinatura IBO. Porém é relevante a assumida “portugalidade” do conceito. Prova disso é a carta: Lagosta e Santola nacionais, Lavagante azul que podem ser degustados ao natural; a Mariscada com camarão de Moçambique, gamba do Algarve, casco de sapateira, canilha e ostra ou as amêijoas à Bulhão Pato, são referências incontornáveis. Já o Prego do Lombo em pão torrado com molho de bife (já referido) ou o Pica-Pau do Lombo com pão torrado são propostas ideais para terminar uma tradicional refeição de marisco. O presunto, não poderia faltar na Marisqueira Ibo, e será sempre uma seleção «Ibérica» de Bolota, de qualidade superior.

O terceiro espaço será o IBO Café, com data de abertura prevista para Abril. Pretende ser um espaço descontraído com uma proposta gastronómica de pratos leves, gelataria e snacks, um local para simplesmente olhar o rio enquanto se toma uma rápida refeição, sempre marcado pela seleção de produtos de alta qualidade. Pela sua dimensão e localização podrá ser um local privilegiado para eventos de grupo.

Comum aos três espaços será a qualidade do serviço de sala cuidado, simpático e discreto. Aos vinhos é dado um lugar especial, com um serviço muito especializado e marcas selecionadas de forma a serem distinguidas pela originalidade e diferenciação.