140 anos a celebrar a Prata

A colecção “Topázio – 140 anos de Prata” foi apresentada no Torreão Nascente do Terreiro do Paço, numa cerimónia que assinalou o aniversário da marca e na qual marcaram presença Paulo Portas, Vice-Primeiro-Ministro, administradores e accionistas da Topázio, os autores das peças, bem como vários convidados da marca.

O icónico Jarrão D. João V foi o ponto de partida. Com inspiração nesta peça emblemática, 14 autores foram desafiados a criar uma peça para comemorar e enaltecer a história da Topázio.

Os arquitectos Cristina Santos e Silva, Didier Faustino, Dino Gonçalves, os estilistas Dino Alves e Nuno Baltazar, os designers Fernando Brízio, Marco Sousa Santos, Sam Baron, Teresa Lundahl e Toni Grilo, os artistas plásticos Joana Vasconcelos e Rodrigo Oliveira, a designer de interiores Nini Andrade Silva e o street artist Vhils aceitaram o repto.

Os artesãos da fábrica da Topázio, que se localiza em Gondomar, deram forma aos desenhos e ideias dos artistas, com o acompanhamento dos mesmos e sob a orientação de Toni Grilo, director criativo da marca.

“Chegados a 2014, 140 anos depois, somos uma marca de referência no mercado da prata, com gamas de produto de Art de la Table, decoração e acessórios de prata, manufaturadas com toda a técnica e cuidado pelos nossos artesãos. Estamos presentes em todo o território nacional, com mais de 600 pontos de venda, e também internacionalmente em mais de 20 países”, declara Maria do Rosário Pinto Correia, administradora da Topázio.

“Esta exposição retrata a filosofia da Topázio – uma marca com história e com futuro, que se tem reinventado ao longo dos anos, reescrevendo a cada peça um novo capítulo, sempre de olhos postos na ambição de ser uma marca de referência mundial”, acrescenta a presidente da empresa.

Toni Grilo, director criativo da marca, é o curador da exposição e foi responsável pela ponte entre os artistas e os artesãos. “Temos orgulho em apresentar a visão de criativos de áreas muito distintas, porque para nós a criatividade não tem fronteiras: agradecemos aos designers, arquitectos, decoradores, estilistas e artistas plásticos por contribuírem para uma exposição tão especial, genuína e rica em perspectivas. Acrescenta-se um especial obrigado às “mãos de prata”, pois sem elas as ideias não seriam concretizadas”, afirma.

As peças da colecção “Topázio – 140 anos de Prata” irão estar à venda, em edição limitada de apenas 10 unidades por cada obra.

No aniversário da marca foi ainda apresentado o filme “Som da Prata”, uma visão cinematográfica da Topázio pelo realizador João Botelho, que nas semanas que antecederam o evento esteve na fábrica em Gondomar a acompanhar o processo de criação e de produção, e observando o trabalho dos artesãos da Topázio. O filme retrata, nas palavras do realizador português, “os sons diferentes, múltiplos, dos trabalhos sofisticados e precisos desta pequena multidão que devolve à prata o seu brilho único!”.