LaFerrari, o novo supercarro da Ferrari

Ferrari-LaFerrari-Top

Excelência. É a expressão máxima daquilo que define a Ferrari e o motivo pelo qual o seu novo superdesportivo herda o seu nome: LaFerrari. Uma excelência que se manifesta na “performance, inovação tecnológica e design visionário” deste novo modelo, segundo o presidente de Ferrari, Luca di Montezemolo, e que se traduz numa “referência para toda a indústria automóvel”, tornando-se assim na jóia da coroa da marca italiana.

Segundo a Ferrari, o objectivo dos designers e engenheiros era criar um carro com o mais elevado nível de eficiência aerodinâmica alguma vez atingida, e fizeram-no recorrendo ao designer Rory Byrne, responsável pelo design de 11 dos carros que venceram o Campeonato do Mundo de Fórmula 1, bem como à tecnologia actualmente aplicada na produção desses carros

O novo supercarro da Ferrari vem equipado com um motor de combustão interna V12 6.3 com 800cv e rotação máxima de 9250rpm e uma motor elétrico complementar de 163cv, permitindo uma potência combinada de 963cv. É o primeiro modelo da marca com uma tecnologia híbrida HY-KERS, também com origem na Fórmula 1. Estas características permitem ao LaFerrari atingir os 100km/h em menos de 3 segundos e alcançar velocidades máximas acima dos 350Km/h.

A sua produção foi limitada a 499 unidades, todas elas já vendidas a clientes seleccionados pela própria Ferrari, por um valor, em Portugal, de 1 288 232 euros, o que permitiria comprar vários modelos da marca, como um Califórnia, um 458 Itália, um F12 e um FF.

Flávio Manzoni, responsável pelo design do LaFerrari, anunciou, ainda sem grandes detalhes, a produção de uma nova versão, mais extrema e “especialmente bonita”, do modelo. Nesta edição muito limitada, com menos de 10 unidades, o LaFerrari terá um peso inferior a 1000kgs, um design ainda mais arrojado e estará a venda por preço que poderá oscilar entre os 3.5 e os 6 milhões de euros.


Artigo por Flávio Salgado do http://theportuguesegentleman.tumblr.com/