Felipe Oliveira Baptista no MUDE

Uma boa proposta para uma visita cultural durante este fim de semana que se adivinha nublado.

fop

17.10.2013 – 16.02.2014 Entrada livre no Piso 3

Concebida como uma instalação, a exposição propõe uma imersão no universo criativo de Felipe Oliveira Baptista, fugindo de um discurso cronológico, fechado e linear.

A cenografia, desenhada pelo Bureau Betak, um espaço caleidoscópico, com espelhos que intersectam a galeria em diferentes ângulos e direcções, oferece uma leitura multifacetada sobre o seu trajecto e obra desde que foi reconhecido com o Grand Prix do Festival d’ Hyères (2002). O resultado é um lugar que vive entre o real e a ficção, o objecto e a sua imagem, traduzindo o próprio universo cénico, performativo e metamórfico da moda.

Espelho da mente (A Screen to the Brain) é a peça central da exposição. Um cérebro tecnológico que projecta, de forma compulsiva e aparentemente aleatória, imagens, desenhos, colagens, fotografias e notas, juntamente com desfiles e editoriais, permitindo viajar pelo imaginário de Felipe Oliveira Baptista, ao mesmo tempo que dá pistas para a compreensão das peças em exposição e do processo criativo de cada colecção. Esta instalação, desenhada por Alexandre de Betak e produzida pelo Bureau Betak, foi criada para o 28º Festival Internacional de Moda e Fotografia em Hyères e foi apresentada de abril a maio de 2013, no Centro de Arte da Villa Noailles.

Em torno deste cérebro, o trabalho de Felipe Oliveira Baptista é apresentado em 12 instalações que evidenciam 5 temáticas persistentes no seu percurso: protecção; novos uniformes e roupa de trabalho; revisitando os clássicos; geometrias variáveis; tecnologia vs natureza. Através destes núcleos, manifesta-se a singularidade e autenticidade, a coerência e qualidade do trabalho desenvolvido durante mais de 10 anos. A exposição mostra ainda a particular sensibilidade arquitetónica de Felipe Oliveira Baptista e a forma como tem reinterpretado as suas raízes portuguesas, afirmando ao mesmo tempo uma identidade universal.

 

Curadoria – Bárbara Coutinho/ Felipe Oliveira Baptista

Design expositivo – Alexandre de Betak (Bureau Betak)

Design gráfico – Simon de la Salle

Sound design – Michel Gaubert

Colaboração técnica – SAMSUNG