WORLD CLASS Bartender of the Year com uma vencedora

Jennifer Le Nechet venceu o título de melhor bartender do mundo na grande competição internacional de cocktails WORLD CLASS Bartender of the Year em Miami.

A bartender francesa, frequentemente encontrada a criar bebidas e a encantar clientes no bar do Café Moderne em Paris, impressionou o júri com uma espectacular série de bebidas vibrantes no seu bar pop-up temático inspirado em Steampunk.

Quase 10.000 bartenders de todo o mundo participaram na competição, tendo sido seleccionados 56 para representar o seu país nas finais em Miami. Um grupo privilegiado de seis conseguiu ir à ronda final, na qual tiveram de imaginar e criar um bar pop-up em apenas 24 horas.

Jennifer Le Nechet, a primeira bartender a ganhar o título, disse: “Estou completamente fora de mim – é uma enorme honra levar para casa o título de Melhor Bartender do Mundo – especialmente tendo competido com concorrentes de topo de todo o mundo. Esta semana inspirou-me para continuar a puxar os limites dos sabores e explorar como todos os sentidos podem ser estimulados através dos cocktails. Mal posso esperar pelas experiências que me aguardam!”

Alex Kratena, ex-bartender do Artesian London disse: “O nível deste ano tem sido absolutamente fenomenal. Tem sido tão difícil escolher entre estes bartenders. A Jennifer conseguiu vencer na perfeição a Superstar Pool Party mostrando todas as competências que se espera de um bartender, e o seu bar pop-up deixou-nos boquiabertos com o seu interessantíssimo tema Steampunk e reinvenção de cocktails clássicos com emulsões caseiras e ingredientes orgânicos.”

Durante o evento, a Cidade do México foi revelada como o local da Final Internacional WORLD CLASS Bartender of the Year 2017.

Johanna Dalley, Directora Internacional do World Class disse: “Este ano, o WORLD CLASS levará a cultura dos cocktails a um outro nível na Cidade do México, e não poderia existir local melhor para isso, uma vez que há anos que esta cidade se tem vindo a tonar numa das capitais mais vibrantes para comida, bebida e cultura.”