Os modelos novos IWC Pilot apresentados na SIHH 2016

Faz uma semana que estivemos a conhecer os novos modelos lançados na SIHH 2016 pela IWC, os novos IWC Pilot.

Ainda nos recordamos das palavras “Em 2016, alargaremos a nossa gama para incluir Relógios Aviador mais pequenos, sem descurar o nosso legado tradicional”, declarou Georges Kern, CEO da IWC Schaffhausen.

“Com o requintado Relógio Aviador Mark XVIII e o elegante Relógio Aviador Automático 36 queremos agradar também a homens e mulheres com pulsos estreitos, que valorizam a elegância e a discrição. Por outro lado, criámos o volumoso e autêntico relógio de observação Grande Relógio Aviador Heritage, que é fortemente reminiscente do Grande Relógio Aviador de 1940. A IWC traz ainda neste ano uma estreia mundial para o mercado, que se encaixa de forma brilhante no tema da aviação: Com o Relógio Aviador Timezoner Cronógrafo pode ser ajustado, pela primeira vez, um novo fuso horário exclusivamente sobre a luneta, incluindo a data. E, finalmente, lançamos, como todos os anos, as colecções exclusivas ‘Antoine de Saint Exupéry’ e ‘Le Petit Prince’, que impressionam com ideias originais de design, como o calendário anual especialmente projectado.”

Entre os destaques da colecção atual estão, sem dúvida, o Grande Relógio Aviador Heritage 55 (ref. IW510401) e o Grande Relógio Aviador Heritage 48 (ref. IW510301). Eles são inequivocamente inspirados pelo histórico relógio de observação, e isso não se deve apenas ao poderoso diâmetro de caixa de 55 ou 48 milímetros.

Christian Knoop, Creative Director da IWC Schaffhausen: “Desde o início que era para nós vital que os relógios Heritage fossem fiéis ao original: desde o design do mostrador e a cor dos algarismos luminescentes até à forma dos ponteiros de pá de rotor e às correias de pele de vitela rebitadas. É como se déssemos um salto no tempo para os primórdios da aviação – todavia, com uma tecnologia relojoeira IWC mais moderna.”

Isto inclui, além dos calibres manufaturados IWC, também o acoplamento deslizante, para proteger o mecanismo com corda manual de corda excessiva, a caixa de titânio e a caixa interior de ferro macio, para proteção contra campos magnéticos.

Christian Knoop realça que “Integrar a protecção contra campos magnéticos no Grande Relógio Aviador Heritage 48, com o visor no fundo do relógio transparente, une de forma visível a nossa tradição e competência de manufactura.”

Para executar o Relógio Aviador Timezoner Cronógrafo (ref. IW395001), os engenheiros da IWC combinaram três tecnologias: o anel das cidades do Relógio Aviador World-timer, o anel rotativo com mola, que não pode ser movido inadvertidamente, e o sistema externo e interno de anéis rotativos da nova geração de relógios Aquatimer, da IWC, que transmite o movimento rotativo para o interior do relógio. O resultado é um relógio de hora mundial, com o qual, com apenas uma rotação, indica o novo fuso horário com a nova hora, incluindo a indicação das 24 horas, bem como a nova data.

O Relógio Aviador Timezoner Cronógrafo foi equipado com uma bracelete em pele de vitela.

RELÓGIOS AVIADOR DESDE 1936

Os primeiros Relógios Aviador IWC dos anos 1930 e 1940 estabelecem padrões técnicos e, com a configuração dos seus mostradores, marcam o look, até hoje vigente, dos clássicos Relógios Aviador da IWC. No tempo dos pioneiros da aeronáutica, a maioria dos pilotos orientava-se com relógios de bolso, pois os relógios de pulso especiais para aviadores eram ainda muito raros.

O primeiro Relógio Aviador construído em 1936 pela IWC, o “Relógio Especial Aviador”, no entanto, dispunha já de vidro robusto, uma luneta giratória com ponteiro de registo de leitura rápida, um mecanismo de marcha antimagnético, assim como ponteiros e números bem contrastantes e fosforescentes.

A partir de 1940, a IWC passa a construir o Relógio Aviador (calibre 52 T.S.C.) segundo as exigências dos coman- dos militares, com movimento manufacturado e ponteiro grande dos segundos.

Com um diâmetro de caixa de 55 milímetros e um peso de 183 gramas, foi, até 2016, o mais volumoso de todos os relógios de pulso jamais construídos pela IWC. Está de acordo, no que respeita à exa- tidão, com a norma específica aplicável aos cronómetros e as exigências técnicas daquela época para um relógio de navegação e de observação militar.

Este look de instrumento inspira os desenhadores da IWC também na concepção do Mark 11, construído desde 1948, com o calibre de corda manual 89. O mais famoso dos Relógios Aviador da manufactura de Schaffhausen é construído para a Royal Air Force, sendo aí utilizado por mais de trinta anos.

O movimento é revestido por uma caixa interior de ferro macio, que serve para proteger o movimento do relógio contra campos magnéticos.