Gentlemen’s style by Juliana Cavalcanti de Andrea

Continuamos a ouvir o que pensam as senhoras sobre o estilo dos homens, sobre o que podemos aprender da sua visão do mundo masculino e do que os homens podem melhorar. Desta vez, fomos conversar com Juliana Cavalcanti de Andrea, uma paulista que se apaixonou por Portugal.

Imagem da elegância feminina, Juliana possui um site onde partilha as suas ideia de moda feminina bem como outros assuntos. Com um grande currículo, apresenta-se como figura multi-facetada: curadora de Moda, consultora para desenvolvimento e estratégia de branding, produto, marketing e comunicação de moda e consultora para desenvolvimento criativo de colecções.

Entre elegância e relacionamento entre homens e mulheres, vamos ver o que Juliana tem a dizer-nos e as sugestões que nos dá.

  1. O que faz um homem ser elegante?

Acho que acima de tudo a postura que tem na vida. Acho elegante a educação, a genuinidade e a discrição. Também acho muito elegante ser seguro de si mesmo

  1. Quais são as peças imprescindíveis no guarda-roupa masculino?

Sou uma minimalista, gosto muito de um estilo discreto mas com elegancia, com um toque contemporâneo. Isso tanto para a mulher quanto para o homem. Nesse sentido eu diria que as peças imprescindíveis para eles são um bom fato (corte e estrutura impecável – de preferência sob medida), umas boas calças de ganga escuras slim fit, uma camisa social com bom corte, camisa de passeio (pode ter alguma estampa..), um bom cardigan ou sueter, um blaser, uma jaqueta bomber ou de pele, umas calças sociais com corte contemporâneo e camisetas lisas básicas para conjugar. Isso sem falar nos acessórios…

  1. Tem role models na elegância masculina? Figuras que a inspirem?

Hmm.. não são muitos os que consigo me lembrar. Tem um ator holandês, Michiel Huisman, que tem um estilo “effortless cool” que me agrada. Gosto acima de tudo da postura, admiro um homem que sabe se colocar ou marca presença sem precisar se esforçar. Claro que se estiver bem vestido fica ainda melhor (e muito melhor 🙂 ). Gosto de um estilo discreto. Culturalmente por exemplo gosto da forma como os homens escandinavos se vestem. E admiro os que conseguem compor bem peças na forma de sobreposições (layers), acho que dá um charme todo especial.

  1. A mulher contemporânea é um membro activo da sociedade e criadora da sua história pessoal, quais são os desafios que isto coloca ao homem e ao comportamento com as senhoras?

Acho que nos tempos de hoje, com esta nova realidade, alguns desafios são colocados sim. Acho que é um desafio na adaptação desta nova realidade, a quebra de um antigo paradigma onde a mulher tinha o papel de cuidar da casa e da familia exclusivamente. E as coisas eram mais estáticas, não haviam muitas opções e tolerava-se mais o que a vida lhes apresentava. Agora não, agora as mulheres têem opções, são mais seguras de si e querem outras coisas. Não é que não querem ter e cuidar de uma familia, querem isso somado a uma carreira e às suas aspirações pessoais. Por isso este novo homem tem perceber quem é esta mulher e respeitá-la, apoiá-la e admirar esta garra. As mulheres são, muitas vezes, verdadeiras guerreiras. Precisam de um homem que some na sua vida, que não tenha medo desta força. Muito pelo contrário, que se junte a ela e a potencialize. E ao mesmo tempo perceba que continuamos a ser mulheres que gostam e precisam de um companheiro que a valorize na hora certa, que dê colo quando necessário e a sensação de protecção que todas, no fundo, buscam em um homem.

  1. Vivendo entre Brasil e Portugal consegue identificar os avanços na moda masculina, temos um homem mais independente na hora de comprar para si mesmo?

Ah sem dúvida! Hoje o homem faz parte deste mercado da moda, do consumo como nunca antes fez. Já não é motivo de vergonha ele demonstrar interesse em estar bem, em cuidar de si próprio. Esta liberdade, esta aceitação social fez com que o homem hoje tenha mais segurança, queira se conhecer e saber o que está no mercado para aplicar no dia a dia, no seu estilo pessoal. Para além disso, com o mundo das redes sociais e informação instantânea, o homem recebe mais estímulos visuais, consegue perceber melhor o que gosta ou não gosta. Há uma maior facilidade de acesso à moda sem ter que procurar muito. Para o homem, um ser mais prático que não gosta geralmente de levar tempo em pesquisas e buscas, isso é uma grande ajuda. E eles viram que as mulheres valorizam! Só não podem exagerar… por favor… ☺